Morte na neve - incidente do Passo Dyatlov

Incidente do Passo Dyatlov foi um evento que resultou na morte de nove esquiadores ao norte dos montes Urais na noite de 2 de fevereiro de 1959.

Vídeo mostra como são feitas as fraudes de aparições de UFOs

Confira nesse vídeo uma das formas de como fazer seu próprio vídeo com aparição de UFO.

Veja esta lista e identifique se você já foi abduzido

Esta é uma lista de 58 indicadores comuns compartilhados pela maioria dos abduzidos (seqüestrados por UFOs). Foi criada para saber se você foi realmente abduzido.

Esqueleto "alienígena" do Atacama: mistério resolvido

Dez anos antes de uma nave alienígena cair na propriedade rancheiro Mack Brazel perto de Roswell, Novo México, um disco voador (OVNI) perdeu o controle e caiu sobre a zona rural da Alemanha nazista.

Zeppelin de Tien-Shan: queda de OVNI?

No dia 2 de maio de 1998, uma mensagem confusa começou a circular na Internet, anunciando a queda de um imenso OVNI no Kazaquistão, Rússia.

Mostrando postagens com marcador Canoas (RS). Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Canoas (RS). Mostrar todas as postagens

sábado, 19 de janeiro de 2013

Avistamento de OVNI em 1967

ilustração
Foto ilustrativa

Em 18 de março de 1967, ocorreu um interessante caso de observação de OVNI nas proximidades de uma base da Força Aérea Brasileira, que ganhou repercussão internacional. O episódio envolveu uma aeronave modelo C-47, da Força Aérea Brasileira, e um avião do serviço de aerofotogrametria da Cruzeiro do Sul, quando ambas aeronaves aproximavam-se de Canoas, no Rio Grande do Sul.
O avião C-47, matrícula nº 2077, decolou de Florianópolis (SC) com destino à Porto Alegre (RS). Aproximadamente 10 minutos após a decolagem, o capitão Jaeckel observou uma luz intensa, de tons azulados, voando ao lado direito do avião.
A luz seguia rumo a Porto Alegre, a mesma velocidade do avião. Nas proximidades de Torres (RS), a luz deixou de ser observada devido à algumas nuvens. Alguns minutos mais tarde, nas proximidades de Taquara (RS) a luz voltou a ser observada, desta vez posicionada um pouco a frente e numa altitude inferior ao do avião.
O capitão Jaeckel entrou em contado com o Centro de Controle do Aeroporto Salgado Filho questionando se havia algum tráfego aéreo nas proximidades. O Controle afirmou que não havia nenhum tráfego no local e que eles poderiam tentar uma identificação do objeto. Jaeckel e Puget, então, manobraram o C-47 tentando uma aproximação em relação ao objeto luminoso. A cada tentativa de aproximação o objeto apagava suas luzes e reaparecia em outra posição.
Diante da incapacidade de uma aproximação os pilotos desistiram da interceptação e dirigiram-se para a Base Aérea de Canoas. Ao sobrevoar a região da cidade de Novo Hamburgo, os pilotos perceberam a presença de mais um objeto, semelhante ao primeiro.
Quando o C-47 aproximava-se da Base, para efetuar o pouso, os dois objetos aproximaram-se da aeronave. Um deles mudou seu brilho de azul para um vermelho intenso. O pouso ocorreu às 20:45 hs, e após isso o objeto não foi mais visto. A bordo do avião, além dos dois pilotos, estavam o mecânico de bordo, Sargento Anacleto, o rádio-telegrafista, Sargento Araújo, cinco passageiros militares e 10 civis. Todos testemunharam a presença do estranho objeto.
O caso repercutiu na imprensa, sendo noticiado no Diário de Notícias, de Porto Alegre-RS, nas suas edições de 21 e 23 de março de 1967; Diário de São Paulo, nas edições de 23 e 24 de março de 1967; e no jornal Notícias Populares, de 30 de março de 1967.
O fato chamou a atenção do Governo Americano que registrou o caso através do Serviço de Inteligência do Departamento de Defesa do país.
fonte: www.fenomenum.com.br     
nosso facebook: www.facebook.com/ufolologia.missioneira